Adote um Viaduto

Colorir o cinza da cidade está ao seu alcance
A adoção é por um período mínimo de 18 meses. Nesse tempo, a empresa compromete-se com a manutenção da intervenção e também das áreas de canteiro que rodeiam do viaduto. Veja como a cota é composta:

O que é

Colorir o cinza da cidade está ao seu alcance. Que tal transformar os viadutos de São Paulo em uma galeria de arte a céu aberto? Para isso, basta adotar um viaduto da Marginal Pinheiros. Nove opções foram mapeadas e três tipos de intervenções podem ser feitas: muro verde, arte na fachada e iluminação solar.

viaduto01

Como funciona

Empresas podem adotar um viaduto ou parte dele por meio de um sistema de cotas.

Para facilitar esse processo, o viaduto foi dividido em cinco áreas (cotas):

  • Fachada 1
  • Fachada 2
  • Muro verde 1
  • Muro verde 2
  • Colunas laterais

Simulação

A adoção é realizada por um período de 18 meses. Nesse tempo, a empresa compromete-se com a manutenção da intervenção e também das áreas de canteiro que rodeiam do viaduto. Veja como a cota é composta:

  • 20% Gestão
  • 40% Intervenção
  • 10% Plano de mídia
  • 30% Manutenção (18 meses)

viaduto03

 Placa

viaduto02

Compartilhe:

Doação de Sangue

Mais do que uma gentileza, doar sangue é salvar vidas!

O programa Gentilezas Urbanas lançado há um ano pelo Secovi-SP vai promover sua primeira campanha de doação de sangue. Em parceria com o Banco de Sangue Paulista, a sede do Sindicato, que fica na rua Dr. Bacelar, 1.043, Vila Mariana, na Capital, será posto de coleta no dia 16/12, das 9 às 18 horas (16h30 será o último horário para agendamento).Os doadores contarão com todas as condições necessárias, incluindo alimentação. Associados e colaboradores do Secovi-SP, moradores ou frequentadores do bairro de Mirandópolis (Vila Clementino), e funcionários da subprefeitura da Vila Mariana, que apoia a iniciativa, consistem no público-alvo desta campanha.“Em muitos hospitais, a falta de sangue obriga o adiamento de cirurgias, o que coloca muitos em risco de morte. Segundo a Fundação Pró-Sangue, as doações caíram aproximadamente 25% em novembro. O estoque disponível de vários tipos sanguíneos se mostrava crítico em 25/11, que é o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. O programa Gentilezas Urbanas faz mais uma ação para aumentar os estoques e salvar vidas”, afirma o ex-presidente do Secovi-SP, Claudio Bernardes. Promover ações solidárias, divulgar e incentivar as boas práticas de cidadãos, instituições, empresas e associações, que interferem positivamente na melhoria da qualidade da vida urbana, da convivência nos espaços públicos e coletivos e destaquem urbanidade, humanidade, amor e integração entre a cidade e as pessoas são os principais objetivos do programa Gentilezas Urbanas.

Próxima campanha será dia 16 de setembro.

Mais informações


Para doar sangue é preciso:

  • Ter mais de 18 anos e menos de 65 anos;
  • Pesar 50kg (homem) e 53kg (mulher);
  • Se homem, não ter doado há menos de 60 dias;
  • Se mulher, não ter doado há menos de 90 dias;
  • Não estar grávida;
  • Não estar amamentando;
  • Não estar gripado ou febril;
  • Não ter tido malária;
  • Não sofrer de epilepsia;
  • Não ter diabetes;
  • Não ter tido hepatite após os dez anos de idade;
  • Não ter tido contato com o inseto “barbeiro”, transmissor da doença de Chagas;
  • Não ter feito tatuagens recentemente (menos de 1 ano);
  • Estar alimentado e com intervalo de 2 horas, caso já tenha almoçado;
  • Não se expor com frequência ao risco de contrair o vírus da AIDS (não usar preservativos em relações sexuais, ter tido mais de 3 parceiros sexuais nos últimos 12 meses e usar drogas);
  • Não fumar 1 hora antes da doação;
  • Caso esteja usando algum medicamento, consulte antes o médico do Banco de Sangue Paulista.

Não doe se estiver com algum destes sintomas:

  • Perda de peso sem motivo aparente;
  • Fraqueza não relacionada com esforço;
  • Diarreia prolongada;
  • Gânglios (ínguas) aumentados no pescoço e nas axilas;
  • Manchas ou caroços arroxeados na pele;
  • Tosse persistente ou falta de ar;
  • Febre inexplicada;
  • Lesões esbranquiçadas na boca ou garganta;

Os doadores passarão por uma entrevista de triagem, e algumas condições adicionais que impedem a doação poderão ser percebidas.

Após a doação, serão realizados os seguintes exames no sangue dos doadores:

  • Tipagem sanguínea ABO e Rh;
  • Pesquisa de anticorpos irregulares;
  • Teste de Coombs Direto;
  • Teste sorológicos para: Hepatite B, Doença de Chagas, HIV, Hepatite C, Sífilis e HTLV I/II.

Fonte: Banco de Sangue Paulista

Compartilhe:

Parklets

parklet2

O que era

Em meados de 2013, Instituto Mobilidade Verde, grupo Design Ok, Gentilezas Urbanas do Secovi-SP e os escritórios de arquitetura Zoom e H2C se uniram para viabilizar o projeto Zonas Verdes. Pelas ruas de São Paulo foram instaladas vagas verdes, espaços inspirados nos parklets americanos e que transformam o espaço dedicado ao estacionamento de automóveis em uma área de lazer e convívio entre as pessoas.

O que é

Essa tentativa de humanizar os bairros de grandes metrópoles, como São Paulo, chamou a atenção da Secretaria Municipal das Subprefeituras e, em abril de 2014, o prefeito Fernando Haddad assinou o Decreto 55.045, que regulamenta a criação dos parklets na cidade.

Os parklets são plataformas que podem ser equipadas com bancos, floreiras, mesas, cadeiras, aparelhos de exercícios físicos ou outros elementos de mobiliário, sempre com a função de recreação ou de manifestações artísticas.

A instalação dos parklets pode ser de iniciativa da Administração Pública ou de qualquer pessoa física ou jurídica. Os custos financeiros referentes à instalação, manutenção e remoção do parklet são de responsabilidade exclusiva do mantenedor.

Instalação

No caso de pessoas físicas ou jurídicas, a solicitação deverá ser feita à subprefeitura competente, junto a um termo de compromisso de instalação, manutenção e remoção do parklet. Caberá também à subprefeitura averiguar a conveniência do pedido e publicar edital destinado a dar conhecimento público do mesmo.

Mais informações no site www.gestaourbana.prefeitura.sp.gov.br

Compartilhe:

Outras Gentilezas

17 de setembro: Dia da Gentileza Urbana

KIDS-300x233
A gentileza é um ato tão especial que merece ser compartilhado e celebrado. Você sabia que São Paulo já tem uma data para isso?  Em 17 de setembro comemora-se o dia da Gentileza Urbana!

Trata-se da Lei Municipal 16.027, sugerida pelo Secovi-SP ao vereador Nabil Bonduki (PT), autor do projeto aprovado na Câmara no dia 17 de julho de 2014.

E, qual a melhor forma de comemorar essa data? Espalhando e promovendo delicadeza, cortesia, amabilidade e cordialidade pela cidade.

Acreditamos que pessoas, instituições, empresas e associações podem interferir positivamente na melhoria da qualidade da vida urbana, da convivência nos espaços públicos e coletivos.

Um bom planejamento urbano é capaz de promover humanidade, amor, solidariedade e integração entre a cidade e as pessoas.

Juntos, podemos intensificar e ampliar essa proposta.

Celebre todos dias a Gentileza Urbana!

Coleta Seletiva de Lixo

lixo-300x233

Aproveite o espaço da sua obra para sensibilizar as pessoas sobre o correto tratamento que os resíduos sólidos devem receber.

Além da poluição, o descarte inapropriado do lixo causa o desperdício de recursos naturais. Por isso, a coleta seletiva tem um papel muito importante para o meio ambiente.

Essa simples iniciativa colabora com o processo de educação ambiental da população, reduz os gastos com limpeza pública e fomenta a geração de trabalho e renda aos catadores de materiais recicláveis.

Exerça a cidadania.


Distribuição de beleza

flores-300x233
Quando a primavera chega, as cidades se colorem, ganham novos aromas e nos mostra que, sozinhas, as flores conseguem embelezar os monocromáticos tons das metrópoles.

Elas modificam as paisagens diárias e oferecem poesia e bem-estar.

Presenteie a cidade com mais flores. Distribua mudas para condomínios ou plante-as no seu próximo projeto residencial.

Free Wi-Fi

wifi-free-300x167
Oferecer conectividade gratuita aos vizinhos da sua obra ou empresa é uma forma simples de se aproximar da vizinhança e também dos pedestres que circulam ao redor. Já pensou nisso?

Lembre-se: “gentileza gera gentileza”.


Compartilhe: